Trabalho, Paz e Resiliência

Cerca de 1,5 mil milhões de pessoas vivem em países confrontados com situações de fragilidade e violência armada e outros 200 milhões sofrem o impacto de desastres. Conflitos e eventos catastróficos resultam de vários fatores e impactam diferentemente nas sociedades, mas, de uma forma ou de outra, destroem os meios de subsistência e geram défices de trabalho digno. Se estes problemas não forem acompanhados e resolvidos, resultarão em pobreza, desigualdade e instabilidade social.

Através da sua abordagem para o desenvolvimento, apoiada em direitos, a OIT contribui para o reforço e resiliência de nações e povos apanhados em situações frágeis e de desastre. Em colaboração direta com os Estados-membros, constituintes tripartidos, sistema das Nações Unidas e agências nacionais e internacionais, a OIT apoia uma recuperação centrada no emprego ao mesmo tempo que promove o trabalho digno e a justiça social como fatores-chave da coesão social e da prevenção de novos conflitos.

Mais informação no sítio global da OIT sobre este tema (em EN)

Documentação em PT: