Salários

Os salários encontram-se entre as condições de trabalho mais importantes e constituem um aspeto de muita relevância no âmbito da negociação coletiva. A OIT está empenhada na promoção de políticas de salários e rendimentos que garantam uma distribuição justa dos frutos do progresso e um salário mínimo para todos os/as trabalhadores/as que precisem dessa proteção.

Tendo em vista estes objetivos, a OIT conduz investigação e proporciona aconselhamento de políticas baseado em evidência acerca de salários mínimos, remuneração na administração pública, negociação salarial e diferenças salariais de género.

Tal como a OIT tem vindo a salientar no seu “Relatório Global sobre os Salários”, o crescimento dos salários médios tem ficado aquém do aumento médio da produtividade do trabalho em várias economias desenvolvidas de grande dimensão confirmando uma tendência de queda da parte do rendimento alocado à remuneração do trabalho em proporção do PIB.

As disparidades salariais de género, i.e. entre homens e mulheres, permanecem uma preocupação global. A promoção da igualdade de remuneração entre homens e mulheres passa por políticas transversais com vista à igualdade de género. As metodologias desenvolvidas pela OIT para avaliação dos postos de trabalho sem enviesamento de género podem ser muito úteis para a definição do seu valor relativo e para a determinação de um pagamento justo pelos mesmos.

Mais informação no sítio global da OIT sobre este tema (em EN)

Documentação em PT: