Referencial de Educação para o Mundo do Trabalho

O Referencial de Educação para o Mundo do Trabalho pretende contribuir para a concretização do Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória, documento que estabelece a matriz de princípios, valores e áreas de competências a que deve obedecer o desenvolvimento do currículo.

É com base nesta matriz que se pode referir o Bem-estar, saúde e ambiente e a Consciência e o domínio do corpo, o Raciocínio e resolução de problemas, o Pensamento crítico e pensamento criativo, o Relacionamento interpessoal, a Informação e comunicação, o Desenvolvimento pessoal e autonomia como exemplos de áreas de competências relacionadas com o Mundo do Trabalho, a par dos valores da Responsabilidade e integridade, da Excelência e exigência, da Curiosidade, reflexão e inovação, da Cidadania e participação e Liberdade, valores com os quais o Mundo do Trabalho se articula.

O Mundo do Trabalho é um dos domínios que integra a Estratégia Nacional de Educação para a Cidadania. Sabendo-se que todos os domínios a trabalhar na componente curricular de Cidadania e Desenvolvimento devem ser vistos como intercomunicantes, tendo na base uma visão holística da pessoa, o presente Referencial, produzido pela Direção-Geral da Educação, em colaboração com diversas entidades parceiras, é um documento que se pode constituir como uma base de trabalho para a abordagem deste domínio de cidadania e desenvolvimento, no trabalho a desenvolver pelas escolas que, no âmbito da sua autonomia, o utiliza e adapta em função das opções tomadas no Projeto Educativo e concretizadas na sua Estratégia de Educação para a Cidadania de Escola, enquadrando as práticas a desenvolver.

Veja também o Folheto - Mundo do Trabalho: Sabias que…

Consulte também a versão em inglês.