A COVID-19 e a aviação civil

Esta síntese informativa aborda a temática da aviação civil.

As doenças infeciosas e as pandemias são motores de mudança que causam um “impacto e incerteza acima da média” no setor da aviação civil. Para limitar a propagação da COVID-19, uma combinação de cancelamentos de voos e de restrições específicas de cada país (avisos e proibições) paralisaram quase totalmente as viagens internacionais. Em alguns casos, estas restrições também incluem a carga aérea, ainda que esta seja fundamental no combate à COVID-19 ao permitir a entrega de medicamentos e equipamentos médicos extremamente necessários e ao manter em funcionamento as cadeias de abastecimento globais de materiais sensíveis ao fator tempo.

Os trabalhadores da aviação serão negativamente afetados. As companhias aéreas e os aeroportos estão a confrontar-se com uma miríade de problemas como resultado da pandemia. As estratégias de redução de custos podem incluir um amplo leque de políticas que terão impacto no emprego e no trabalho digno deste setor.

Este trabalho insere-se no âmbito da avaliação preliminar sobre o impacto da COVID-19, que está a ser preparada pela OIT nos diferentes setores da economia.