Novo relatório sobre a prossecução do ODS 8 em Portugal

Ao longo das últimas décadas a economia portuguesa tem sido sujeita a um conjunto de choques económicos, negativos na sua maioria, que influenciaram o seu desenvolvimento e progressão. Estes impactaram, ainda, a prossecução de um crescimento económico sustentado, inclusive e sustentável, bem como o pleno emprego, emprego produtivo e a universalização do trabalho digno

Ao longo das últimas décadas a economia portuguesa tem sido sujeita a um conjunto de choques económicos, negativos na sua maioria, que influenciaram o seu desenvolvimento e progressão. Estes impactaram, ainda, a prossecução de um crescimento económico sustentado, inclusive e sustentável, bem como o pleno emprego, emprego produtivo e a universalização do trabalho digno.

Contudo, no período mais recente temos assistido a um esforço significativo para acelerar esse progresso. O relatório que hoje se divulga, e que pode ser consultado aqui, faz um balanço da experiência recente da economia portuguesa nas várias dimensões do ODS 8, debruçando-se sobre os desenvolvimentos no domínio do emprego na sua relação com a transformação do tecido produtivo, com a política económica, a demografia empresarial e o papel das políticas públicas, com especial enfoque na população mais vulnerável do mercado de trabalho, incluindo mulheres, jovens e jovens que não trabalham, nem estudam, nem participam em formação (NEET).

Este trabalho enquadra-se numa parceria entre a OIT e a Sida (Agência Internacional Sueca para a Cooperação para o Desenvolvimentos) focada em “Mais e melhores empregos para o crescimento inclusivo e a melhoria das perspetivas para o emprego dos jovens”, através da qual se pretende apoiar o desenvolvimento e implementação de políticas de emprego. No contexto desta parceria, tem assumido especial centralidade a expansão das análises de diagnóstico de suporte ao desenho e implementação de políticas, com especial enfoque no emprego jovem e na análise sectorial que permita a antecipação de necessidades ao nível das competências.