COVID-19 e o mundo do trabalho

O mundo do trabalho está sendo profundamente afetado pela pandemia global do vírus. Além da ameaça à saúde pública, a pandemia acarreta impactos econômicos e sociais que afetam os meios de subsistência e o bem-estar de milhões de pessoas no longo prazo. A OIT e seus constituintes - governos, organizações de trabalhadores e de empregadores - desempenharão um papel crucial no combate ao surto, garantindo a segurança das pessoas e a sustentabilidade das empresas e dos empregos.

"COVID-19 e o mundo do trabalho" em inglês
 
"COVID-19: A resposta das organizações de trabalhadores(as)" (em inglês)
"COVID-19: A resposta das organizações de empregadores(as)" (em inglês)

Últimas notícias

  1. Perspectivas sociais e do emprego no mundo: Tendências 2023

    O Relatório WESO Trends da OIT e o comportamento recente do mercado de trabalho no Brasil

    16 de Janeiro de 2023

    Para o diretor do Escritório da OIT no Brasil, Vinícius Pinheiro, um dos maiores desafios do mercado de trabalho no Brasil continua sendo a formalização das 39 milhões de pessoas que estão na economia informal, sem direitos trabalhistas.

  2. © Morsa Images 2023

    Modalidades de tempo de trabalho

    Horários de trabalho flexíveis podem beneficiar o equilíbrio trabalho-vida pessoal, as empresas e a produtividade

    6 de Janeiro de 2023

    Os acordos inovadores do tempo de trabalho, tais como aqueles que foram introduzidos durante a crise da COVID-19, podem trazer benefícios para as economias, as empresas e os trabalhadores, incluindo uma maior produtividade e um melhor equilíbrio entre o trabalho e a vida pessoal.

  3. © Alan Cleaver 2023

    Comunicado de imprensa

    OIT divulgará relatório sobre horas de trabalho, jornada laboral e equilíbrio vida entre vida pessoal e profissional

    4 de Janeiro de 2023

  4. © OIT/A. Aguilar 2023

    Povos indígenas e tribais

    OIT: Baixa proteção social e invisibilidade estatística aumentam a vulnerabilidade de 55 milhões de pessoas indígenas na América Latina e no Caribe

    15 de Dezembro de 2022

    A pandemia da COVID-19 afetou, desproporcionalmente, mais de 800 grupos de povos indígenas, que são, particularmente, impactados pela pobreza e informalidade, têm poucas oportunidades de trabalho decente e enfrentam obstáculos no acesso à educação e na participação política, diz novo relatório da OIT.