Coalizão Global pela Justiça Social

Coalizão Global pela Justiça Social atrai os primeiros 100 parceiros

Governos, organizações de empregadores e de trabalhadores, organizações internacionais, instituições académicas e ONGIs unem-se à Coalizão para aumentar a cooperação multilateral e acelerar o progresso no sentido de alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e a Agenda de Trabalho Decente.

Notícias | 23 de Janeiro de 2024
© ILO
GENEBRA (Notícias da OIT) – A Coalizão Global pela Justiça Social, uma iniciativa de cooperação inovadora para enfrentar os déficits de justiça social, inclui agora 100 parceiros.

A Coalizão tem o propósito de melhorar a colaboração mundial na abordagem das lacunas de justiça social e no avanço da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e da Agenda do Trabalho Decente. Por meio do compartilhamento de conhecimentos e de advocacy, a iniciativa da OIT procura reduzir as desigualdades globais, reduzir a pobreza e atender necessidades essenciais, através da promoção de normas internacionais do trabalho e do diálogo social.

"Temos uma oportunidade única de dobrar o arco da história em favor da justiça social, para um mundo no qual todas as pessoas possam realizar o seu potencial e desfrutar dos benefícios do progresso econômico, ambiental e social. A justiça social está no centro do nosso mandato na OIT, e eu estou muito satisfeito por compartilhar que, em apenas dois meses, conseguimos reunir tantos parceiros de todos os setores para alcançar a justiça social", afirmou o diretor-geral da OIT, Gilbert F. Houngbo.

Até a presente data, 19 governos, 14 organizações de empregadores e 30 organizações de trabalhadores, 11 organizações internacionais e instituições financeiras, bem como 10 entidades regionais, 12 organizações não-governamentais internacionais, três empresas e uma instituição acadêmica aderiram à Coalizão, estabelecida pelo Conselho de Administração da OIT em novembro de 2023. [Veja a lista completa e atualizada de parceiros – em inglês]

A Coalizão também obteve o apoio de numerosos chefes de Estado, funcionários(as) de governos e líderes globais, incluindo o secretário-geral da ONU, nomeadamente na Reunião de Cúpula Mundo do Trabalho de 2023: Justiça social para todos.

No dia 20 de fevereiro de 2024, Dia Mundial da Justiça Social, a OIT organizará eventos globais online para sensibilizar e defender a obtenção de um maior equilíbrio entre as dimensões econômica, social e ambiental do desenvolvimento sustentável. Figuras proeminentes das áreas do trabalho, da política, de organizações internacionais e regionais, bem como da academia, irão se unir para discutir a consecução da justiça social global. A agenda inclui o enfrentamento dos desafios prementes e formular estratégias viáveis para melhorar o progresso na Agenda 2030, nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e na Agenda do Trabalho Decente.

Saiba mais sobre a Coalizão Global pela Justiça Social

A Coalizão é uma plataforma voluntária aberta a governos, organizações de empregadores e de trabalhadores, entidades internacionais, instituições financeiras, empresas, ONGs e universidades, que estão empenhados em promover a justiça social e os objetivos compartilhados. Ela se baseia nos pontos fortes e nas prioridades dos parceiros, incentiva compromissos políticos e ações práticas alinhadas com as prioridades nacionais.

A adesão à Coalizão proporciona aos parceiros uma visibilidade ampliada sobre os aspectos de justiça social de seus mandatos. Os esforços colaborativos permitem maior impacto e escala, permitindo resultados que de outra forma seriam inatingíveis individualmente, tais como melhor acesso aos cuidados de saúde, educação de qualidade e trabalho decente. Isto leva a melhores oportunidades de emprego, nutrição e educação para os trabalhadores, as trabalhadoras e suas famílias.