21ª Conferência Internacional de Estatísticos do Trabalho

Frente às rápidas mudanças no mundo do trabalho, estatísticos do trabalho reúnem-se para atualizar a medição de conceitos-chave nas estatísticas do trabalho

A Conferência Internacional de Estatísticos do Trabalho, o organismo global de definição de padrões para estatísticas do mercado de trabalho, se reunirá na OIT para analisar tendências e requisitos emergentes na recolha e utilização de dados, e métodos para medir indicadores-chave relacionados com o progresso da justiça social.

Notícias | 11 de Outubro de 2023


GENEBRA (Notícias da OIT) – A 21ª Conferência Internacional de Estatísticos do Trabalho (CIET) começou com debates importantes programados sobre a medição da informalidade, da renda, da violência e do assédio no trabalho, da migração laboral internacional, do trabalho infantil e do trabalho forçado, e de outras questões contemporâneas relacionadas com as estatísticas do trabalho.

A CIET é o principal fórum de discussão sobre a coleta e o processamento de estatísticas do trabalho. A 21ª Sessão marca o centenário deste mecanismo regulador. Os Estados membros, juntamente com os trabalhadores e os empregadores, devem rever as recomendações, resoluções, orientações e normas relevantes e definir a direção futura para a medição de uma vasta gama de questões relacionadas com o trabalho decente e os mercados de trabalho.

Durante a conferência, um comitê discutirá a revisão das normas estatísticas sobre a informalidade, com base em um processo iniciado em 2019, com propostas e considerações contidas em um relatório abrangente. Espera-se que as normas revistas melhorem a cobertura e a comparabilidade das estatísticas de informalidade entre países e esclareçam as condições de trabalho na economia informal, que emprega 2 mil milhões de pessoas, ou cerca de 60% da população mundial empregada.

A conferência também discutirá questões estatísticas relevantes para o trabalho decente, incluindo indicadores associados ao Quadro de Indicadores Globais estabelecido para monitorizar a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) relacionados.

“Para acompanhar todas estas mudanças e monitorizar a progressão ou reversão, os decisores políticos e os cidadãos precisam, mais do que nunca, de informação estatística robusta, fiável e comparável”, afirmou Celeste Drake, diretora-geral Adjunta da OIT, na sua intervenção na abertura da Conferência. "Medir o progresso da justiça social será de importância crucial. Serão necessários dados sobre as várias dimensões da justiça social - direitos humanos universais, igualdade de acesso às oportunidades, distribuição equitativa e transições justas - tudo isto por meio da lente do trabalho decente".

Também figuram na ordem do dia da sessão plenária temas sobre sistemas de informação do mercado de trabalho, medição do trabalho de cuidados, rendas relacionadas com o trabalho, trabalho em plataformas digitais, cooperativas e revisão da Classificação Internacional Tipo de Profissões (ISCO-08).

Os eventos paralelos abordarão os desafios da comunicação na aplicação de novas normas estatísticas, informalidade e gênero, e da cooperação Sul-Sul e triangular nos países de língua portuguesa.
Serão organizados dois painéis de discussão especiais: um intitulado “Refletir sobre como melhorar a medição da justiça social no mundo do trabalho” e outro sobre emprego em plataformas digitais.

Rafael Díez de Medina, Estatístico Chefe e diretor do Departamento de Estatística da OIT, destacou o importante papel da CIET. “Em um momento em que o mundo enfrenta uma série de desafios, a 21.ª CIET oferece uma oportunidade única para refletir sobre a forma como as estatísticas do trabalho irão evoluir no futuro e como estar melhor equipado para ajudar os países a promoverem a justiça, o trabalho social e o trabalho decente para todas as pessoas. Ter dados oficiais comparáveis e precisos é a única garantia para evitar informações falsas e capacitar os cidadãos com transparência”, afirmou.

A Conferência Internacional de Estatísticos do Trabalho será realizada na sede da OIT em Genebra, de quarta-feira, 11 de outubro, até sexta-feira, 20 de outubro de 2023.

Na sua sessão de abertura, a Conferência elegeu Anil Arora, Estatístico Chefe do Canadá, como presidente, e Grace Bediako, presidente do Conselho de Administração do Serviço de Estatística do Gana, como vice-presidente. Boon Heng Ang, diretor do Ministério de Recursos Humanos de Singapura, foi eleito Relator, e Graciela Márquez Colín, presidente do Instituto Nacional de Estatística e Geografia do México, foi eleita presidente do Comitê de Economia Informal.

Para mais informações, entre em contato com icls@ilo.org.