COVID-19 e juventude

Evento virtual debate desafios e oportunidades para garantir trabalho decente à juventude brasileira

Organizada pela OIT e pelo MPT com apoio de diferentes projetos sociais, live #MeuFuturoDoTrabalhoÉAgora acontece a partir 18h de 2 de setembro, pelo canal ILO TV no Youtube

Notícias | 2 de Setembro de 2020
#MeuFuturoDoTrabalhoÉAgora: Uma live sobre juventude, educação, empreendedorismo e trabalho
Brasília - O Ministério Público do Trabalho (MPT) e a Organização Internacional do Trabalho (OIT) realizam, no dia 2 de setembro, às 18h, a live #MeuFuturoDoTrabalhoÉAgora, para debater com jovens e especialistas, os temas relacionados à educação, ao empreendedorismo e aos direitos e garantias para o futuro do trabalho da juventude. O evento virtual será transmitido no Canal YouTube ILO TV com tradução em Libras.

A pandemia da COVID-19 provocou uma crise sem precedentes, com impactos entrelaçados na saúde, na sociedade, na economia e no mercado de trabalho. A crise tem um impacto profundo e desproporcional sobre a juventude. E dentro desse grupo, as pessoas mais duramente atingidas são as mulheres, os jovens com menos idade e os que vivem em países de baixa renda.

De acordo com a OIT, desde o início da pandemia, mais de 70% dos jovens que estudam ou combinam os estudos com o trabalho foram negativamente afetados pelo fechamento de escolas, de universidades e de centros de treinamento em todo o mundo. Isso significa que 3 em cada 4 jovens estudantes e jovens que combinavam estudo e trabalho foram afetados pelo fechamento de escolas.


A pandemia causa um triplo choque sobre a população jovem: perda de emprego, interrupção da educação e do treinamento, e obstáculos extras para a entrada no mercado de trabalho.

Nesse contexto, o objetivo do evento virtual #MeuFuturoDoTrabalhoÉAgora é ouvir as jovens e os jovens do Brasil sobre suas preocupações, suas ideias e seus anseios acerca de educação, do mercado de trabalho e do empreendedorismo e como criar oportunidades de trabalho decente e inclusão para o pós-pandemia.

O evento será mediado pela jornalista Rita Batista e conta com a participação de jovens integrantes de projetos sociais, representantes das diferentes regiões do país e de diversos grupos historicamente vulneráveis. Especialistas do MPT, da OIT, do Sebrae e do Pacto Global participarão do debate. Durante a programação, serão exibidos ainda vídeos com mensagens de personalidades do esporte e da cultura, entre elas ex-jogador Zico, a mestra e escritora Djamila Ribeiro, os atores Carlos Bonow e Cléo Pires, dentre outras.

Participantes jovens
  • Ana Uglo Patte - Jovem indígena da Etnia Laklaño Xokleng e membro da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil.
  • Maryellen Crisóstomo - Jovem quilombola, jornalista e membro do Projeto Ubuntu (TO).
  • Jo Assumpção - Monitora do Projeto Cozinha&Voz.
  • Ságà de Oya - Jovem religiosa de matriz africana e membro do Projeto Àwúre (BA).
  • Sid Balogun - Jovem religioso de matriz africana e agente socioeducativo.
  • Victor di Marco - Cineasta e ator.

Comentaristas
  • Ana Carolina Paci - Assessora de ODS e Engajamento, Pacto Global.
  • Ana Madalena Sandes - Gestora de Negócios de Impacto e Diversidade, Sebrae.
  • Ana Maria Villa Real - Procuradora do Trabalho, Coordenadora Nacional da Coordinfância, MPT.
  • Edelamare Melo – Subprocuradora-geral, MPT.
  • Elisiane dos Santos - Procuradora do Trabalho, MPT.
  • Cinara Vianna Dutra Braga - Promotora de Justiça da Infância e da Juventude, MPE-RS
  • Maite Schneider - Empreendedora social, consultora de diversidade e inclusão e fundadora do projeto "TransEmpregos.
  • Patrícia de Mello Sanfelici Fleischmann - Procuradora do Trabalho, MPT.
  • Thaís Faria - Oficial Técnica em Princípios e Direitos Fundamentais no Trabalho, OIT.
  • Vanessa Patriota - Procuradora do Trabalho, MPT.