Trabalho decente e transição justa são destaque na Cúpula de Ação Climática e na Assembleia Geral da ONU

O diretor-geral da OIT promoverá o trabalho decente e uma "transição justa" para economias mais verdes ao se reunir com líderes mundiais na Cúpula do Clima e na Assembleia Geral da ONU em Nova York.

Notícias | 20 de Setembro de 2019
© dpu-ucl
GENEBRA - O diretor-geral da OIT, Guy Ryder, viajará para Nova York, onde participará da Cúpula sobre Ação Climática e da Assembleia Geral das Nações Unidas, entre outros eventos relativos à promoção do trabalho decente.

O diretor-geral se juntará a outras e outros líderes mundiais na Cúpula de Ação Climática nesta segunda-feira, 23 de setembro. Na Cúpula, serão anunciadas medidas específicas para que países, empresas e sociedade enfrentem as mudanças climáticas. As contribuições do diretor-geral enfatizarão o tema "Ação centrada nas pessoas", refletindo a importância vital de garantir uma transição justa e equitativa e de salvaguardar a saúde e o emprego decente. Os debates acerca desses temas serão conduzidos pelos governos do Peru e da Espanha.

Na quarta-feira, 25 de setembro, o diretor-geral abrirá um evento de alto nível para promover a ratificação da Convenção da OIT sobre Violência e Assédio (número 190), e sua correspondente Recomendação (número 206), recentemente aprovadas. A Convenção e a Recomendação são as primeiras normas internacionais a abordar a violência e o assédio no mundo do trabalho. Elas foram adotadas pelos 187 Estados-membros da OIT em junho de 2019, na Conferência Internacional do Trabalho do Centenário. São necessárias duas ratificações para que os instrumentos entrem em vigor.

No dia 23 de setembro, Ryder também participará de uma reunião de dirigentes com o objetivo de propor soluções para definir o futuro do trabalho (Leaders on Mobilizing Solutions to Shape the Future of Work), co-organizada pela OIT e pela Fundação Ford. A agenda do evento abordará estratégias para investir nas capacidades das pessoas, fortalecer as instituições de trabalho, apoiar uma transição justa para o mundo do trabalho do futuro e promover a tomada de decisões que resultem em ações concretas. Ele também participará do evento "Futuro do Trabalho para Jovens: Parcerias Estratégicas para o emprego juvenil", a ser realizado no mesmo dia.